EN ES PT
EN ES PT

Otimização logística para garantir entregas no prazo

23 de November de 2021 Blog por Cassotis Consulting

O uso de ferramentas de otimização para apoiar a tomada de decisão em vários níveis decisionais na cadeia de suprimentos do e-commerce é fundamental para atender às expectativas do cliente. Desde 2005, o mundo tem visto um grande aumento na acessibilidade à internet, o que permitiu que novos clientes fizessem compras online. Essa tendência foi acelerada pelos protocolos impostos pela pandemia de Covid-19. Agora, um grande desafio para o varejista é atender seus clientes em relação ao menor prazo de entrega, alimentado nas últimas duas décadas, para um novo patamar de vendas.

 

Em 2005, um novo programa por adesão criado pela Amazon nos EUA seria o ponto de partida de uma nova era no comércio eletrônico. O programa oferecia entrega em dois dias com frete grátis em todas as compras elegíveis por um valor fixo anual. Foi um sucesso tão grande que se tornou uma linha padrão para o setor, enquanto vários varejistas incorporaram o mesmo tempo de entrega para se manterem competitivos. A evolução natural para os concorrêntes no comércio eletrônico foi oferecer prazos de entrega cada vez mais rápidos para atrair novos clientes. Atualmente existem opções de envio no dia seguinte e, até mesmo, no mesmo dia para vários produtos em muitos mercados.

 

 

Garantir a entrega em prazos tão curtos é resultado de vários fatores na cadeia de suprimentos de um varejista. A localização e a capacidade dos depósitos e "dark stores", o tamanho da frota, a programação de roteamento e a previsão de demanda são alguns dos fatores que as tecnologias de otimização podem dar suporte. Por exemplo, o Mercado Livre, a maior empresa latino-americana em valor de mercado em 2020, investiu bilhões em seu ramo de logística spin-off, o Mercado Envios. Relatórios das empresas mostraram que, em 2020, 90% das remessas foram feitas por elas e o restante por meio de parceiros ou dos correios. Entretanto, em 2017, 95% das entregas ainda utilizavam os serviços postais.

 

Por muitos anos, os modelos de localização das instalações ajudaram nas decisões estratégicas de colocar as fábricas e os centros de distribuição na programação inteira. Simulações e otimização estocástica são ferramentas para analisar os riscos e o desempenho de uma determinada frota de veículos em um cronograma de entrega. Heurísticas têm sido aplicadas para propor boas rotas de entrega diárias. Além disso, as técnicas de mineração de dados podem prever o comportamento dos clientes, analisando suas compras anteriores.

 

Com o suporte de otimização correto, as empresas de comércio eletrônico podem posicionar melhor seus centros de distribuição, estocar os produtos com maior probabilidade de serem pedidos perto deles, ter o número certo de veículos capazes de entregar as mercadorias com baixo risco de atrasos e minimizar a distância geral durante as rotas da frota.

 

O caminho para a satisfação do cliente é saber dimensionar e utilizar a infraestrutura logística.



 

Fonte: Mercado e Consumo


 

Autor: Guilherme de Castro Martino

                                  Coautor: Fabio Silva - Gerente Sênior na Cassotis Consulting

 

Entre em contato

Vamos falar de otimização

R. da Paisagem, 220, sala 11S, Vila da Serra, Nova Lima - MG, Brasil

Fale conosco Enviar email