EN ES PT
EN ES PT

Rotas de pesquisa de apartamento

10 de May de 2021 Blog por Cassotis Consulting

São muitos os motivos que motivam as pessoas a mudar de apartamento: estar mais perto da universidade ou do trabalho, aposentar-se e querer viver no campo ou na praia, constituir ou aumentar a família, etc. No entanto, a mudança é muito estressante e começa com a procura de um novo lar.

 

A demanda por serviços que amenizem essa dor inspirou novas tecnologias e negócios. Existem inúmeros sites e aplicativos capazes de oferecer uma ampla variedade de casas disponíveis; e os recursos que eles fornecem são essenciais para encontrar seu novo paraíso. Eles podem mostrar lugares por faixa de preço, metragem quadrada, bairro, número de vagas de estacionamento, estrutura do prédio ou se permitem animais de estimação. Depois que todos os lugares possíveis estiverem listados, há mais uma coisa que todas as pessoas devem fazer: visitá-los. Claro, alguns vão optar por vistorias online, mas há aspectos importantes que só podem ser verificados fisicamente no apartamento, por exemplo se é muito barulhento, frio, com cheiros ruins, etc. Entre as pessoas que optam por visitas presenciais, a maioria tenta visitar o maior número de apartamentos possível em um único dia. Isso é especialmente verdadeiro para aqueles que estão se mudando para uma nova cidade ou para um bairro mais distante de sua localização atual.

 

Essa é a outra coisa que falta nesses sites: como as pessoas devem programar suas visitas para maximizar o número de lugares vistos? Há muitas coisas a se considerar antes de determinar a rota de busca de um apartamento. Cada um dos locais possíveis tem horários de visitação distintos: o local A pode estar disponível das 8h00 às 9h00 ou das 11h30 às 12h30, enquanto o local B só pode ser visitado das 9h30 às 10h30. Outro aspecto a ser considerado é a distância geográfica entre cada par de localidades, o que afeta o tempo de deslocamento. Por exemplo, se considerarmos que leva uma hora entre A e B, é claro que se alguém quiser visitar o local A no primeiro horário disponível, não será possível visitar o local B.

 

Outro aspecto muito importante é que esses tempos de transporte também dependem das condições de tráfego. A rota A para B leva em média 1h; no entanto, durante a hora do rush, normalmente leva 1h30, enquanto fora do horário de pico pode levar 30 minutos. Isso significa que não só a sequência das visitas é importante, mas também que o cronograma de agendamento tem grande impacto no número de locais visitados.

 

É claro que a complexidade de selecionar a melhor rota aumenta drasticamente em conjunto com a quantidade de lugares para ir e com os horários de visita possíveis. Se a pessoa tem apenas alguns lugares para visitar, é fácil verificar todas as possibilidades e selecionar o mais adequado. No entanto, uma vez que o número de lugares atinge um determinado número, a única maneira de encontrar a melhor rota é usando algoritmos de otimização. Os benefícios de aplicar esta abordagem foram discutidos na postagem O especialista e o otimizador.

 

O problema da rota de busca de apartamentos é muito semelhante ao problema enfrentado diariamente pela maioria dos serviços de entrega. No campo da Pesquisa Operacional, esse contexto é conhecido como problemas de roteamento de veículos com janelas de tempo (VRPTW, em inglês). As empresas de entrega desejam reduzir o tempo gasto para concluir suas rotas, respeitando as janelas de entrega definidas por seus clientes. Existem duas abordagens de otimização para usar ao tentar resolver este problema complexo: métodos exatos e heurísticas. A primeira abordagem usa modelagem matemática com o auxílio de solucionadores para encontrar a solução ótima; enquanto a segunda abordagem usa algoritmos para gerar soluções viáveis ​​em um curto espaço de tempo.

 

Problemas grandes são geralmente mais difíceis de comprovar sua otimalidade e, consequentemente, demoram para serem processados. Por esse motivo, muitas empresas optam por usar algoritmos heurísticos que são capazes de oferecer soluções muito boas (mas não ótimas) rapidamente.

 

Portanto, da próxima vez que você se deparar com uma busca por um novo apartamento, tenha em mente que a comunidade científica concorda com você: esse é um grande problema!


 

Autor: Guilherme de Castro Martino - Consultor Sênior na Cassotis Consulting

                                      Coautor: Fabio Silva - Gerente Sênior na Cassotis Consulting

 

Entre em contato

Vamos falar de otimização

R. da Paisagem, 220, sala 11S, Vila da Serra, Nova Lima - MG, Brasil

Fale conosco Enviar email